Olhe por onde você pisa!

- saúde

Oiiee amorequinhas e amorequinhos, tudo bem com vocês? Sei que andei sumida este mês do blog mas estava totalmente focada nos estudos para o ENEM ~ vestibulares e mais vestibulares ~ maaaas agora estou aqui de novo trazendo posts e mais posts para o blog e espero que não cansem de mim 😜😜  Apesar de procurar trazer novidades e coisas que agradam vocês, é muito importante também ter um post com cuidados de saúde e neste, falo da importância dos nossos pés!!! Isto mesmo: ter cuidado com o tipo de calçado que usamos e com a forma em que andamos, para não causar a temida FASCITE PLANTAR. Quer entender sobre isso? Então clica aí e segue o post 😉

Desde que eu era pequena, dizia minha mãe que precisava usar a famosa “botinha” para consertar os pés. Como era criança, não entendia ~ e na verdade continuo sem entender ~ sobre isso. Quem me acompanha a muito tempo, sabe que falei sobre começar na academia este ano, até porque estava muito parada em casa ~ desempregada e sem estudar ~ e queria manter uma atividade física para não ficar sedentária ~ e nem em casa, admito ~ Entrei em Março e estava super empolgada pois logo fiz coleguinhas e minha turma, além de ter aulas de zumba, treinamento funcional e outras atividades. Adorava ir para a academia ~ SÉRIO ~ até que comecei a sentir umas dores estranhas no pé. Como era essa dor? Essa dor era parecida com uma queimação e como se tivesse várias “formiguinhas” andando dentro do meu pé. A cada intervalo de música estava sempre balançando o pé esquerdo para que passasse e quando fazia as aulas de byke, piorava. Havia dias também que não conseguia colocar o pé no chão de tanta dor ~ sem brincadeira e dói mais ainda quando faz frio ~ Tratei logo de procurar o meu Ortopedista para falar deste caso no qual acabou me passando 4 exames e vários tipos de RAIO X, até que tentando entender a letra dele descobri o probleminha me incomodando: FASCITE PLANTAR! Mas Lili, o que é isso?

A Fascite Plantar é uma inflamação do osso do pé chamado Fáscia Plantar, que liga o nosso calcanhar até os dedos do pé. Esta inflamação costuma alterar esse tecido, provocando a queimação e o que falei das “formiguinhas”. Ocorre quando há muita tensão ou mal uso desta parte, provocando dificuldades ao andar. Tentando resumir: a fáscia plantar é o osso do sustento do nosso pé, é ele que aguenta todo o nosso corpo ~ peso ~ e auxilia o nosso caminhar. Quando fazemos muito esforço desnecessário ou utilizamos calçados inadequados, a parte do arco do nosso pé, sofre uma alteração, e isto é uma das causas desse problema. Além disso, pode ocorrer também por:  Pé chato, pé cavo ou qualquer outro problema nos pés pode facilitar a ocorrência de fascite plantar  Obesidade. Uma pessoa com obesidade, por sobrecarregar os músculos e ossos das pernas e pés  Tensão sobre o tendão de Aquiles (que liga os músculos da panturrilha ao tornozelo)  Calçados inadequados, com solas macias demais ou que não oferecem apoio suficiente à curvatura do pé. Olhem a imagem:

Descobri que tenho o pé chato ~ de forma achatada ~ e má formação no arco do pé ~ comparado com o pé direito ~ Além disso, usava muita rasteirinha, sandálias baixas e sim, isso influencia e muito ~ como que pode né? ~ Acabei sendo proibida de fazer atividades físicas, para não agravar e nem acabar surgindo no pé direito, como também fui recomendada de utilizar calçados com até 3 cm de altura ~ nada de saltão mas nada de ficar com calçados que remetem o pé no chão ~ Qual o motivo desse saltinho? Podemos perceber que uma rasteirinha ou qualquer calçado sem sola, dobra-se com muita facilidade ~ faça esse teste ~ e calçados que já contém esse salto costumam ser mais resistentes e ajudam na nossa pisada. Além disso, evite ficar sempre na mesma posição ~ muito tempo em pé e muito tempo sentada ~ procure se alongar. O tratamento? Fisioterapia!!

O motivo principal deste post é alertar que tipo de calçados utilizamos ~ nada de saltão, hein?! ~ e como cuidamos dos nossos pés. Sempre olhamos aquela sandália linda, compramos e muito mal sabemos o quão prejudicial pode ser. Claro que não sou nenhuma médica e especialista nisso, mas é uma coisa que aconteceu comigo ~ e olha que só tenho 26 anos ~ e pode acontecer com qualquer um ~ não tem idade para tal ~ E como me preocupo SUPER com vocês, está aqui a dica 😉 Agora vão prestar atenção em qual sapato comprará, né? rsrsrs

Sei que o post ficou enorme mas precisava compartilhar isto com vocês. Beijoquitas no ❤ de cada um de vocês e até o próximo post 😘

Previous Story
Next Story

Sem Comentários

Deixe seu comentário